Buscar

Adolescente morto por policial em assalto era investigado, diz polícia

Jovem de 17 anos tentou assaltar posto de combustíveis na capital de MS.Outro suspeito que teria participado da ação fugiu e ninguém ficou ferido.

O adolescente de 17 anos que foi morto por um policial civil durante uma tentativa de assalto a um posto de combustíveis na região sul de Campo Grande, na noite de terça-feira (16), era investigado por roubos na mesma área, segundo o delegado Hoffman D’Ávila, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga.

As imagens das câmeras de segurança do estabelecimento foram analisadas pela polícia. O delegado afirma que são esclarecedoras.

“Não só as imagens, mas há nos autos provas testemunhais que são os dois frentistas e um senhor que estava trabalhando. O que mais legitima e traz elementos robustos e concretos legitimando a ação do policial é o depoimento do frentista e toda empreitada criminosa”, afirmou o delegado.

Na hora do assalto, o posto estava cheio de gente. Mas nem os frentistas e nem moradores ficaram feridos. O policial civil também não se feriu. Além do carro dele, as paredes ficaram com as marcas dos tiros. Um vizinho do local, que não quis se identificar, viu quando a confusão começou.

“Corri para dentro. Eu e a vizinha, tudinho. O bandido correndo e atirando para trás. A ponto de pegar um vizinho aqui na frente. Eu corri para dentro de casa”, contou.

Testemunhas disseram que dois homens armados abordaram um dos frentistas para roubar dinheiro. Um policial civil de folga, que abastecia o próprio carro, também foi abordado pelos assaltantes e entregou o dinheiro aos bandidos.

Quando os homens viraram de costas, o policial desceu do veículo e se identificou. Nesse momento, um dos assaltantes teria feito ameaça com uma arma de fogo e o policial revidou com um disparo, que atingiu a cabeça do assaltante.

O adolescente foi socorrido e morreu na Santa Casa. O outro suspeito conseguiu fugir.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.