Buscar

Após cartas com ameaça de morte, muro de igreja é pichado

Assustado, o pastor deverá cancelar o culto de hoje

Foto de muto pichado foi levada para delegacia (Foto: WhatsApp/Correio do Estado)

Depois de receber cartas de ameaça de morte no último domingo (17), pastor evangélico foi novamente surpreendido, nesta quarta-feira, por pichações nos muros da igreja, localizada no bairro dos Moreninhas III, na região sul da Capital. Assustado com as ameaças, o pastor deverá cancelar o culto de hoje com medo da exposição dos fieis.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na manhã desta quarta-feira (20), os muros da igreja amanheceram pichados com as frases “Vamos Matar o pastor” e “LGBT Lei do Diabo”.

A reportagem do Portal Correio do Estado entrou em contato com o pastor, que por motivos de segurança terá a sua identidade preservada na matéria, pai de 4 filhos disse que está assustado com as ameaças que vem recebendo desde o último domingo.

“Não sei quem está fazendo isto, estou com muito medo. Tenho 4 filhos e não sei o que fazer. Estou pensando em cancelar os cultos desta semana, não posso expor os fieis, assim”, disse;

Assustado com a repercussão, o pastor pretende reunir os fieis na noite desta quinta-feira (21), para comentar sobre as ameaças e montar grupos para realizar algumas campanhas que possam melhorar a imagem da igreja.

“A igreja é um templo e assim que ela tem que ser vista. Para tirar esta imagem ruim que está sendo mostrada, amanhã (21), vamos nos reunir e montar campanhas em terminais de ônibus para passar a palavra de Deus e melhorar a imagem da igreja”, comenta. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.