Buscar

Caixa ainda nem deu entrada em pedido de vistoria, diz Corpo de Bombeiros

Obras estão prontas há 17 meses mas não foram entregues por não ter habita-se (Foto: Fernando Antunes)

Segundo o Corpo de Bombeiros, A CEF (Caixa Econômica Federal) não deu entrada no pedido de vistoria nos 272 apartamentos distribuídos em quatro condomínios da empresa mexicana Homex, no bairro Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, e que foram ocupados por 40 famílias no último sábado (16). 

A corporação afirmou, por meio de assessoria de imprensa, que a CEF entrou em contato por telefone recentemente para saber quais documentos eram necessários para solicitar a vistoria no local e validar a entrega da obra, porém não protocolaram oficialmente o pedido.

O Corpo de Bombeiros ressaltou que a liberação só será rápida caso a obra não necessite de nenhuma alteração, e caso seja necessário algum tipo de adaptação, o processo continuará lento, mesmo com a ocupação dos proprietários no local.

Caso – Desde sábado (16), 40 famílias que afirmam ser proprietárias de apartamentos dos quatro condomínios construídos pela empresa Homex, localizado no bairro Paulo Coelho Machado, ocupam o local. Os 272 apartamentos estão prontos há 17 meses e não foram entregues por falta do documento habite-se e da vistoria do Corpo de Bombeiros.

Em 23 de março, o Campo Grande News publicou uma reportagem que mostra que o prejuízo dos mutuários dos apartamentos da Homex chegam a R$ 30 milhões. Também no mês passado, a Câmara Municipal de Campo Grande realizou uma audiência pública para tratar o problema, mas a CEF não enviou representante, o que prejudicou a reunião.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.