Buscar

Demitidos de obras do Centro de Tênis fazem novo protesto no Rio

Trabalhadores demitidos de obras do Centro Olímpico de Tênis fizeram uma nova manifestação na região do Parque Olímpico do Rio, na Zona Oeste da cidade. O protesto ocorreu na manhã desta quarta-feira, e a organização estima cerca de 150 pessoas presentes. Desde dezembro, quando 300 funcionários foram mandados embora, eles reivindicam os pagamentos da rescisão por completo. As obras da instalação foram cenário de imbróglio envolvendo o rompimento de contrato com o consórcio responsável. 

- As reivindicações são as mesmas, continua a mesma coisa. Lá em dezembro, aqueles 300 trabalhadores foram mandados embora, e a Prefeitura tomou a frente e deu adiantamento parcial das verbas rescisórias. Deu um adiantamentozinho, esperando que a parte da Ibeg mandasse os termos rescisórios para poder ter os valores e pagar de fato. Nesse caminho, a Tangran e a Damiani, que fazem parte do processo junto com a Ibeg, abriram uma liminar impedindo que a prefeitura pagasse. Até agora, dizem que estão tentando criar um mecanismo para quebrar essa liminar e poder pagar aqueles trabalhadores. E desses trabalhadores, temos 33 que ainda não receberam um centavo sequer - disse Alfredo Laeber, profissional do sindicato responsável pelo Parque Olímpico.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.