Buscar

Leitores discordam da proibição de abordar adolescentes em operações - Capital 

Enquete feita pelo Campo Grande News na semana passada apontou que os internautas discordam do processo aberto pela Defensoria Pública para impedir a polícia de realizar abordagens de adolescentes durante operações. A maioria dos leitores, 93%, foi contra a proibição e apenas 7% concordaram com ela.

A polêmica começou depois de uma ação noShopping Campo Grande, onde jovens desacompanhados foram revistados. Na ocasião foram lavradas autuações por tráfico de drogas e fornecimento de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.

Por sua vez, a defensoria entrou com ação no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para que a polícia só possa fazer esse tipo de abordagem em caso de apreensões em flagrante.

O promotor Sérgio Harfouche defende a operação e diz que os alvos são adolescentes que violam os direitos dos outros, como casos de garotos que cospem nos seguranças, bebem, tumultuam e andam de skate dentro do shopping.

A enquete desta semana já está no ar com a pergunta “De quem é a culpa pelo avanço de epidemias de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti?”: do poder público, do poder público e da população, apenas da população ou “não sei”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.