Buscar

Metade da população brasileira não tem esgoto coletado, aponta estudo

A situação do tratamento e coleta de esgoto no Brasil ainda é precária. Segundo levantamento do Instituto Trata Brasil, com base em dados de 2014, metade da população brasileira não tem esgoto coletado. Outras 35 milhões de pessoas não têm acesso a água tratada no País.

O índice de 49,8% coloca o Brasil em 11º lugar no ranking latino-americano, atrás de Peru, Bolívia e Venezuela.

Nos últimos cinco anos, a coleta só melhorou 3,6 pontos porcentuais nos últimos cinco anos. A meta ainda está distante do projetado pelo Plano Nacional de Saneamento Básico, que é chegar a 93% em 2033.

Gesner Oliveir

a, autor do estudo e ex-presidente da Sabesp, falou que, caso se mantenha o atual ritmo, os serviços de saneamento universalizados serão alcançados apenas a partir de 2050.

Das 100 maiores cidades do País, apenas Belo Horizonte e Franca (SP) tem 100% do esgoto coletado. Na outra ponta, Ananindeua e Santarém, no Pará, não têm esgoto tratado.

Quando é analisado o esgoto tratado, o índice despenca para 40,8%, com 2,9 pontos de melhora em relação a 2010. Apenas as paulistas Limeira, Piracicaba e São José do Rio Preto tratam 100% do esgoto. Já  Governador Valadares (MG), Porto Velho (RO), e São João de Meriti (RJ) não tratam nada.

A pesquisa ainda aponta que as perdas na distribuição de água - o desperdício - chegaram a 36,7% em 2014, ano marcado pela grave estiagem no Nordeste e Sudeste.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.