Buscar

Vítimas de acidente com motorista embriagado se recuperam de cirurgia

Dois feridos continuam no hospital, jovem recebeu alta e condutor foi solto.Colisão envolveu 3 carros em ponto da 060 com fezes de porcos.

Caminhonete envolvida no acidente da BR-060, em Campo Grande (Foto: Maxsandro Martins/TV Morena)

Dois dos três feridos no acidente ocorrido na BR-060, na noite de terça-feira (3), em Campo Grande, se recuperam de cirurgia, na Santa Casa; a terceira vítima, de  anos, recebeu alta nessa quarta-feira (4) e o motorista de um dos veículos, que foi preso por dirigir embriagado, já está em liberdade.De acordo com informações do hospital, a jovem de 22 anos fez cirurgia para retirada de parte do couro cabeludo e por plásica. Já o rapaz de 28 anos fez uma cirurgia ortopédica. Ambos estão bem.Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o motorista foi autuado em flagrante e liberado no mesmo dia do acidente.

ColisãoConforme o boletim de ocorrência, a caminhonete dirigida pelo motorista embriagado seguia no sentido capital/interior. O motorista perdeu o controle da direção ao passar pelo trecho onde havia estrumes e para não bater em um carro de passeio de placas de Belo Horizonte (MG) que seguia à frente, invadiu a pista contrária.

Ao invadir a pista, a caminhonete bateu na lateral de outro carro de passeio, rodou e ainda colidiu também na lateral do veículo de Minas Gerais. Com o impacto, o automóvel que seguia no sentido interior/capital parou fora da rodovia e as três pessoas que estavam dentro ficaram feridas.O motorista do carro de placas de Belo Horizonte contou à polícia que já havia visto estrumes na rodovia e por isso ele e outros condutores trafegavam em baixa velocidade. Falou ainda que a caminhonete envolvida no acidente parecia estar em alta velocidade.

De acordo com o registro policial, exame de alcoolemia no motorista da caminhonete apontou 0,38 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

O caso foi registrado como lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.