Buscar

Motociclista que atropelou criança e a deixou em estado grave está foragido

Polícia Civil investiga o caso e caça suspeito

O motociclista responsável por atropelar o menino de seis anos na Rua Copaíba, nas proximidades do Parque Jacques da Luz, no Bairro Moreninhas, já foi identificado e desde a noite desta quarta-feira (13) está foragido.

De acordo com o delegado Sérgio Luiz Duarte, da 4 Delegacia de Polícia Civil, o jovem de 18 anos não voltou para casa desde o acidente e ainda não foi localizado. “Esperamos que ele se apresente na delegacia nas próximas horas”, afirmou o delegado.

Ainda conforme Sérgio, testemunhas confirmaram que antes de colidir com a criança, o suspeito realizava manobras perigosas pela região. Para equipe do Jornal Midiamax, moradores também relataram que o jovem estava em alta velocidade no momento do acidente.

“Vamos apurar se ele realmente estava em alta velocidade, mas os indícios são de que ele realmente estava fazendo manobrar perigosas”, garante Sérgio. Ainda de acordo com o delegado, o rapaz que estaria próximo de completar 19 anos, não é habilitado.

Com o acidente, a criança sofreu vários traumatismos pelo corpo e ficou inconsciente, ela foi entubada e reanimada pela equipe médica durante o caminho até o hospital. Segundo a assessoria de comunicação da Santa Casa, o menino ainda está internado na UTI (Unidade de tratamento Intensivo).

O motociclista será indiciado por lesão corporal culposa, com agravamento de pena por evasão do local de acidente de trânsito sem prestar socorro a vítima.  

Caso

O menino atravessava a rua para pegar uma pipa quando foi atingido por uma motocicleta Sundown/Maxx cor prata, que era conduzida pelo jovem. Com a colisão o autor caiu, mas logo se levantou e fugiu do local, sem prestar socorro para a criança.

Duas equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) com dois médicos foram acionadas. No local, os médicos fizeram o atendimento do menino dentro da ambulância por mais de 40 minutos e depois o levaram para a Santa Casa.

“Tinha que colocar um quebra molas aqui, essa rua é extensa e por isso abusam da velocidade aqui”, disse o morador Michael Neves Vila da Costa de 27 anos. “Tem uns que até fazem racha”, lembra a moradora Elizabeth de Oliveira Lima de 50 anos. O Corpo de Bombeiros, Samu e a Bptran (Batalhão de Trânsito), foram acionados.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.