Buscar

Alunos do Curso Técnico de Enfermagem protestam contra a péssima qualidade de ensino em Sidrolândia

(Foto: Wagner Borges/CorreioMS)

Alunos do curso técnico de enfermagem do Instituto Educacional Paulo Freire instalado na Escola Pedro Aleixo, em Sidrolândia, protestaram ontem contra os abusos da instituição. Os alunos alegam que não tem a cópia do contrato entre eles e a instituição e que o estágio oferecido não condiz com o que foi anunciado.

Uma aluna que não quis se identificar se mostrou indignada com a situação: “Tivemos nesse módulo, Saúde Pública, que é relacionado ao PSF, mas fomos mandados para o hospital em vão, pois lá não tem nada a ver com PSF. Temos conhecimento que as aulas práticas tem ser conforme a teoria. Enfatizou a aluna.

A turma está fazendo 2 horas de estágio quando o correto seria 4 horas. Outra reinvindicação  é com relação ao material que não está sendo fornecido pela Instituição.

Outra aluna fez a seguinte reclamação: “Na verdade eles querem apenas o pagamento das mensalidades em dia, quando alguns alunos atrasam eles cobram juros absurdos, se neste módulo já está desse jeito imagina no próximo que envolve centro cirúrgico”.

Existem alunos dos assentamentos que saem de casa as 14 horas da tarde e só chegam em casa 2 horas da manhã e não tem como fazer estágio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.