Buscar

GUERRA CONTRA A DENGUE: Câmara Municipal distribuiu 300 mudas de Crotalária 

Nesta terça-feira(26), as primeiras 300 famílias que se apresentaram na Câmara Municipal receberam gratuitamente as mudas da planta

(Foto: Rafael Brites)
(Foto: Rafael Brites)

A luta incansável contra o mosquito Aedes  Aegypti em Sidrolândia, motivou o Presidente da Câmara Municipal, o Vereador David Moura de Olindo, a cultivar cerca de 300 mudas de Crotalária, planta esta que atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue.

Segundo Olindo, o mesmo ganhou as sementes e fez um viveiro com aproximadamente 300 mudas, e o mesmo se disse admirado com a a quantidade de libélulas após as sementes germinarem e as mudas tomarem formas de plantas, mesmo sem ainda terem produzido a flor.

Em algumas cidades do país como em Sorriso, no Mato Grosso, sementes de Crotalária estão sendo plantadas pela cidade, que num único mês de pleno verão, com chuvas intensas, não registrou nenhum caso de dengue depois que as sementes foram espalhadas pelo município. Na cidade de 

Dracena, no interior de São Paulo, sementes de Crotalária foram distribuídas aos moradores para que plantem em suas casas, na tentativa de diminuir os casos de dengue no município.

As famílias interessadas se apresentaram nesta manhã terça-feira (26) e receberam gratuitamente as mudas das plantas. As 300 mudas acabaram na primeira meia hora desta manhã, foram distribuídas uma muda por família. 

“Darei uma planta e para quem quiser, entregarei semente para que cultivem” disse Olindo.

Com o plantio da Crotalária no jardim ou quintal de casa, ou até no jardim da empresa, a libélula, que busca colocar ovos em água parada, assim como o mosquito Aedes Aegypti, vai depositar seus ovos, essas larvas vão se alimentar das larvas do mosquito transmissor da dengue acabando com aquele foco. O mesmo acontece com a libélula adulta, ela é predadora e se alimenta de pequenos insetos, o que inclui o Aedes Aegypti. Assim, quebra-se a cadeia reprodutora do mosquito da dengue.

Saiba Mais
  • População ignora surto da Dengue e continua a jogar lixo em terrenos baldios - LEIAM

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.