Buscar

Homem recebe ligação de estelionatário que se passa por um ‘juiz’ e aplica golpe em Sidrolândia

Sidrolândia esta sendo alvo de ligações de dentro de presídios, segundo em menos de 1 ano, onde estelionatários se passam por Juiz

Em aproximadamente no prazo um ano, ligações telefônicas na região de Sidrolândia vem causando um certo prejuízo ao bolso das pessoas vítimas dos golpes praticados.

Desde um parente que esta vindo de viagem e o veículo apresenta problemas mecânicos, ou bilhete premiado já foram aplicados em Sidrolândia, agora a moda da bandidagem é se passar por falsos juízes do poder judiciário, que entram em contado via telefone e  aplicam golpe.

Desta vez, quem recebeu uma ligação de um suposto “Juiz Eduardo” foi o Senhor J.B.C de 44 anos, o larápio se identificando como Juiz Eduardo e o chamou pelo nome,  dizendo que queria fazer uma serviço de construção civil,  mas que o mesmo teria que ir até o fórum local para acertar o serviço as 13:00h.

Quando a vítima estava em direção ao fórum, recebeu outra ligação do suposto Juiz pedindo para que a vítima o fizesse um favor de colocar dois créditos de 100,00 reais em números distintos de celular,  pois o “Juiz Eduardo” estava em uma audiência e não podia sair naquele momento para colocar os créditos. Dito e feito, a vítima comprou os créditos e recarregou os números informados ao mesmo e somente foi perceber que havia caído em um golpe, quando o suposto “Juiz Eduardo” pediu a terceira recarda de R$ 100,00 reais.

Policia Investiga o caso

Saiba Mais
  • Estelionatário usa nome de Juiz e dá golpe em Prefeitura de Sidrolândia

O próprio poder executivo municipal,  caiu no golpe do “falso magistrado” em junho de 2015, quando o estelionatário ligou na prefeitura e se passou pelo Juiz Dr Fernando de Moreira Freitas solicitando um veículo e um motorista para que ficasse a sua disposição para que o mesmo pudesse atender alguns procuradores Federais que estariam na cidade, na época o prejuízo sofrido,  foi de mais de 10 mil reais.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.